Após ataque de Bolsonaro, PF acelera troca de chefe do Rio por superintendente de Pernambuco

0
278 views

A Polícia Federal hasteou a bandeira branca para o presidente Jair Bolsonaro e precipitou a saída do superintendente da corporação no Rio, Ricardo Saadi. Segundo fontes do órgão, a remoção do delegado está em tramitação e deve sair nos próximos dias. A saída de Saadi acontece poucos dias depois que o ministro da Justiça, Sergio Moro, e o diretor-geral da PF, Maurício Valeixo, se reuniram com ele no Rio.

O nome escolhido para assumir o posto é Carlos Henrique Oliveira de Souza, que hoje é chefe da instituição em Pernambuco. Souza trabalhou cerca de 20 anos no Rio e já foi o número dois de Saadi no Estado. Até sua chegada, a superintendência do Rio será chefiada interinamente pelo delegado Tácio Mussi.

Há cerca de duas semanas, Bolsonaro deflagrou uma crise com a PF ao afirmar que trocaria Saadi por problemas de “produtividade”. A corporação desmentiu o presidente e afirmou que a saída do delegado já era prevista a pedido do próprio.

Com a ameaça de policiais da alta cúpula pedirem demissão devido à intervenção do governo no órgão, Bolsonaro amenizou as declarações. Dias depois, voltou a subir o tom e disse que poderia substituir Maurício Valeixo.

Fonte: O Globo

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui