Caso Gabriel Diniz: Aeroclube é autuado por transporte clandestino

0
169 views

Por Daniel Villas-Bôas, da Redação D3 Notícias

Proprietário do avião envolvido no acidente aéreo que vitimou o cantor Gabriel Diniz, o Aeroclube de Alagoas foi atuado por transporte clandestino. A informação foi divulgada na quinta-feira, 14, pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac).

O acidente foi registrado no dia 27 de maio de 2019, no Povoado Porto do Cavalo, em Estância (SE) e além do cantor, morreram Abraão Farias e Lianaldo Xavier, respectivamente, piloto e co-piloto da aeronave.

Segundo a Anac, que emitiu outros cinco autos de infração ao aeroclube, o resultado das investigações foi enviado por meio de ofício à Polícia Federal de Alagoas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui