“Caso no futuro surja a demanda do povo sergipano, estarei à disposição”, diz Alessandro sobre candidatura ao governo

0
217 views

Por Daniel Villas-Bôas, da Redação D3 Notícias

Comissão Mista da Medida Provisória (CMMPV) nº 885, de 2019, que agiliza a venda de bens apreendidos do tráfico, realiza reunião para instalação e eleição de presidente e vice-presidente.
À mesa, presidente da CMMPV 885/2019, senador Alessandro Vieira (PPS-SE).
Foto: Roque de Sá/Agência Senado

Ocupando um posto de destaque no cenário político nacional, sobretudo no Congresso Nacional, onde vem travando uma “guerra” com o judiciário, o senador por Sergipe, Alessandro Vieira (Cidadania), que conseguiu colher as 27 assinaturas necessárias para instalação da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), que visa  apurar abusos cometidos pelo ministro Dias Toffoli, presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), disse na manhã desta sexta-feira, 30 de agosto, ao conceder entrevista ao radialista Carlos Ferreira, rechaçou a ideia de que tenha recebido pressão para desistir da propositura. “Continuaremos nosso trabalho no sentido de que a lei é para todos e ninguém está acima da lei”, disse o senador.

Na oportunidade, ao ser questionado sobre o pleito eleitoral de 2022, Alessandro acabou fazendo uma revelação que tende a agitar os bastidores político. Ocorre que o parlamentar, afirmou  que está à disposição de seu partido e da população sergipana, caso seja convocado para disputar uma nova disputa.

“Caso no futuro surja a demanda do povo sergipano, estarei à disposição. Não posso negar nada a um estado que me deu tudo”, afirmou.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui