Centro de Referência no Atendimento Infantojuvenil

0
204 views

Buscar o apoio da Casa Legislativa de Sergipe para a implantação e fortalecimento do  Centro de Referência no Atendimento Infantojuvenil em Sergipe, o CRAI. Foi com esse objetivo que na manhã desta quinta-feira, 29,  o procurador chefe do Ministério Público do Trabalho, Emerson Alburquerque Rezende, junto a promotora de Justiça, Maria Lillian  Mendes, e a professora, doutora Clara Machado, apresentaram no plenário da Alese as ações efetivas do CRAI e a importância da integração da rede de proteção enter Estados. A palestra apresentada na Casa Legislativa foi proposta pela deputada estadual, Maria Mendonça (PSDB).

O serviço do CRAI em Porto Alegre é uma iniciativa pioneira no Brasil, reconhecida internacionalmente. Desde sua criação, em 2014, o CRAI já realizou mais de 15 mil atendimentos. O estado de Sergipe será o primeiro no Norte e Nordeste a ter uma unidade do  CRAI na capital sergipana.  De acordo com a promotora Lillian, que está há 15 anos na promotoria da Criança e do Adolescente,  a implantação do  CRAI  em Sergipe  se deve a uma somação de  esforços que  sendo concretizado. “A implantação do CRAI é um sonho de algum tempo, e o Ministério Público sempre encontrava dificuldades na implantação com a  questão da estrutura, equipamentos,  e de pessoal. Agora contamos com parcerias. A rede precisa ser fortalecida, com a composição de órgãos  e a participação do Estado. Na questão do orçamento público, e somação de outros recursos, é onde precisaremos da parceria e apoio desta casa. Não há como ter uma estrutura física sozinha, sem contar com recursos públicos”, externou a promotora.

De acordo com o procurador do Ministério Público do Trabalho de Sergipe (MPT) Emerson Alburquerque Resende, o MPT se soma ao Ministério Público e a Justiça para o fortalecimento do CRAI em Sergipe. “Já entramos com a construção do prédio, e contaremos como contrapartida do Estado, via termo, a contratação de pessoal especializado”, explicou.

O procurador externou ainda que  há um serviço de assistência à crianças e adolescentes realizado na Maternidade Nossa Senhora de Lourdes. “Porém, a violência sexual contra a criança e o adolescente precisa ter um atendimento prioritário, especializado, em um centro, até para que a pessoa não se exponha na condição de que ela foi vítima de uma violência. Todo o assistencialismo vai acontecer dentro do CRAI”, comemora.

A professora doutora Clama Machado fez uma explanação sobre a importância do atendimento integrado da rede de enfrentamento. “O CRAI é um sonho de toda a comunidade, pois é um atendimento integrado para crianças com abusos sexuais.  Hoje a criança vítima ela  é levada em órgãos independentes, e separados. Em cada ambiente desse a criança é exposta, e isso nos preocupada. Não há CRAI em todo o Brasil, e há duas unidades em Porto Alegre. Sergipe será o primeiro no Norte e Nordeste a ter o seu primeiro CRAI com atendimento mais humano. Em um único local terá sala de escuta, perito, policial, médico, psicológico, entre outros atendimentos necessários. Haverá um aplicativo para notificações e integração da rede. É um avanço para Sergipe, com a possibilidade de atendimento a estados vizinhos”, comemora a professora, mestre em Direitos Humanos da Universidade Tiradentes.

deputado  Zezinho Sobral (Pode), agradeceu a oportunidade de conhecer o trabalho desempenhado pelo CRAI  em Porto Alegre, e  da chegada de uma unidade em Sergipe. “Há em Sergipe uma Rede de Atenção Básica para crianças no Loudinha. A situação dessas crianças choca a sociedade,  e a implantação do CRAI em Sergipe contará com nosso apoio. É uma brilhante iniciativa, e o Executivo certamente se somará  para  a estrutura funcional, com a colaboração de  pessoas capacitadas com a para atuar na causa”, colocou.

A deputada Maria Mendonça disse estar feliz com a presença da comissão do CRAI na Casa Legislativa. “A preocupação é muito grande. Em Itabaiana, na minha casa, recebo sempre algumas  pessoas com denúncias sobre abusos contra crianças e adolescentes. Essa casa é do povo e deve tratar de temas e pautas como essa, que se preocupa com os problemas da sociedade  e que ainda, de pautas que mostram esses valorosos trabalhos que vem sendo realizado e desenvolvido para a sociedade, como é do trabalho do CRAI”, contou a deputada, autora da propositura.

Na ocasião, o deputado estadual, Iran Barbosa também se insurgiu, parabenizou a instalação do CRAI em Sergipe e colocou seu mandato à  disposição para o fortalecimento da causa em Sergipe.

Por Stephanie Macêdo

Fonte: Rede Alese

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui