DEM pode ter candidatos em Aracaju, Socorro, São Cristóvão e Estância, revela Machado

0
250 views

Por Daniel Villas-Bôas, da Redação D3 Notícias

Com a experiência de quem já foi deputado estadual, deputado federal e vice-prefeito de Aracaju (SE), o empresário e engenheiro civil, José Carlos Machado, recebeu de ACM Neto, presidente nacional do Democratas, a missão de reorganizar a legenda em âmbito estadual. Trabalho que segundo ele, tem sido árduo, porém gratificante, sobretudo, por ser abalizado pela senadora Maria do Carmo, a quem tem muito apreço. ” Só aceitei o convite do presidente ACM Neto, após conversar com a senadora Maria do Carmo”, relatou.

Nesta quinta-feira, 3 de outubro, ao conceder entrevista aos âncoras Eduardo Carvalho e Mary Rodrigues, do Jornal da Xodó em Rede, Machado destacou que o DEM tenta aproveitar o bom momento no cenário nacional para fortalecer seus diretórios estadual e municipais.”Hoje o DEM, tem atrativos, pois lideramos o Senado e a Câmara Federal. Como o partido perdeu o prazo para realizar convenções, estamos começando a reestruturar a coisa. Estamos saindo do patamar menos três, menos quatro e olha, quase todos os diretórios tinham pendências nas prestações de contas. Ainda assim,  garanto que  até dezembro, priorizando os municípios onde podemos ter candidato a prefeito ou a vice, teremos 40 diretórios”, projetou.

Na ocasião, o político destacou também, as recentes reuniões que manteve com os deputados estaduais  Gilmar Carvalho , Zezinho Guimarães, Garibalde Mendonça, Capitão Samuel, Goretti Reis, com muito dos parlamentares, inclusive, já participando da tomada de decisões. “Se tivéssemos no período de janela partidária, teríamos a maior bancada da Alese”, afirmou.

Sereno, mas seguro nas suas convicções José Carlos Machado observou que a eleição do presidente Jair Bolsonaro trouxe uma série de possibilidades para aqueles que se definem de direita. “A política do Brasil é algo complexo, até pouco tempo, tirando Ronaldo Caiado, ninguém se rotulação como de direita. Com a chegada de Bolsonaro à presidência, a coisa mudou. Não existe político besta”, disse.

Por fim, lembrando que no pleito de 2020 serão permitidas coligações, o democrata pontuou que a prioridade estabelecida pela Executiva Nacional é Aracaju. “O  partido para disputar eleições a partir do ano que vem, terá que ter nomes e a nossa prioridade número um é Aracaju, no entanto, posso adiantar, que teremos prováveis candidatos, também em,  Socorro, São Cristóvão e Estância. Muita coisa irá mudar”, encerrou.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui