Deputados querem retirar suas assinaturas da CPI que visa investigar Lava Jato

0
226 views

Por Welder Ban, da Redação D3 Notícias

Plenário da Câmara dos Deputados analisa a Medida Provisória 859/18, que fixa em um máximo de 3% o adicional de risco para empréstimos a santas casas e hospitais filantrópicos e sem fins lucrativos com recursos do FGTS.

Os partidos de oposição conseguiram 175 assinaturas para protocolar uma Comissão Parlamentar de Inquérito para investigar as ações da operação Lava Jato e as condutas de Sérgio Moro e Deltan Dallagnol.

Dois deputados federais já se mostraram arrependidos e estão tentando retirar as assinaturas porque, segundo eles, a CPI seria um ato para derrubar a Lava Jato e retirar da cadeia criminosos que causaram prejuízos bilionários ao País com a corrupção desenfreada.

Eles alegam que foram induzidos ao erro, imaginando que assinariam uma CPI para investigar somente as mensagens trocadas por Moro e Deltan.

O problema é que agora pode ser um caminho sem volta. Até porque, o regimento interno da casa não permite o recuo depois de protocolada a CPI.

Brasília pega fogo!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui