Em edição temática, Desfile Cívico Municipal celebrou os 20 anos do Dia Internacional da Língua Materna

0
211 views

Celebrando os 197 anos da Independência do Brasil, a Prefeitura de Aracaju promoveu neste domingo, 1º de setembro, o Desfile Cívico das escolas da rede municipal de ensino. Tradicionalmente realizado na rua Bahia, bairro Siqueira Campos, o evento foi uma aula de patriotismo e de linguagens a céu aberto ao abordar a temática “Navegando na Língua”.

Durante toda a manhã, milhares de alunos de 18 Escolas Municipais de Ensino Fundamental (Emefs) e uma escola da rede particular de ensino, apresentaram o resultado de um trabalho desenvolvido durante todo o ano. A secretária municipal da Educação, Cecília Leite explica a relevância do desfile cívico para a aprendizagem dos alunos. “O Desfile Cívico Municipal de Aracaju não é um mero evento. É o produto de um trabalho que envolveu professores, estudantes e pesquisadores na construção do tema. Instituímos que o desfile fosse temático para que tivesse o caráter de aula pública e deu certo. Hoje, os nossos alunos coroaram esse trabalho com muito brilhantismo e alegria, tornando o desfile mais um componente da aprendizagem”, garantiu a secretária.

Com um esquema especial, a Superintendência Municipal de Transporte e Trânsito de Aracaju (SMTT) promoveu a fluidez do trânsito e a segurança dos pedestres que circularam nas proximidades do local. Cerca de 60 agentes estiveram estrategicamente posicionados, orientando e bloqueando acessos, que foram liberadas logo após o encerramento do desfile. Devido aos isolamentos de vias durante a realização do evento, conforme informativo prévio, 18 linhas de ônibus tiveram seus itinerários alterados. O desfile também contou com a participação de instituições civis e militares, como o Exército Brasileiro, a Polícia Militar, a Marinha do Brasil e o Corpo de Bombeiros de Sergipe. 

O superintendente da SMTT, Renato Telles, também destaca a apresentação do órgão municipal no desfile. “Para nós, é uma satisfação muito grande que o nosso grupamento de motos, implantado em 2018 para dar agilidade às ocorrências e conciliações, tenha participado do evento. Além disso, nosso objetivo foi alcançado. Conseguimos garantir a organização nessa parte da cidade, proporcionando fluidez no trânsito, em tempo que oferecemos segurança aos pedestres e orientamos os motoristas a pegar vias auxiliares”, afirmou.

Além de demonstrar o seu Grupamento Motorizado no desfile, composto por 34 veículos, a Guarda Municipal de Aracaju (GMA) também garantiu a segurança do local. Foram mais de 70 guardas integrando o esquema de segurança montado para o evetno, um ônibus de videomonitoramento, com equipamento de tecnologia capaz de registrar todo o evento, que resultou em um desfile ainda mais seguro do que nos anos anteriores.

“O monitoramento foi realizado para que os nossos guardiões pudessem agir com maior eficiência. A intenção da Guarda Municipal é atuar sempre com a prevenção. O trabalho de hoje, com a presença dos guardas em todo trajeto, circulando e acompanhando tudo o que acontecia, diminuiu a possibilidade de ocorrências”, assegurou o diretor-geral da GMA, subinspetor Fernando Mendonça.

De forma já tradicional nos grandes eventos realizados pela Prefeitura de Aracaju, o Desfile Cívico contou com o apoio da Secretaria Municipal da Assistência Social, que disponibilizou o camarote da acessibilidade, facilitando para que idosos, pessoas com deficiência (PCD) e mobilidade reduzida também pudessem aprender e prestigiar as apresentações.
O secretário da Assistência Social, Antônio Bittencourt destaca a importância de proporcionar esse acesso.

“O desfile cívico também deve ser um acontecimento de inclusão, de acolhimento e reafirmação da cidadania. Tanto o camarote da acessibilidade, como a participação dos usuários dos nossos Cras – Centros de Referência da Assistência Social –  representam isso: a implementação plena da cidadania para todos e todas”, evidencia.

Com representações alusivas desde a origem da língua portuguesa, o desfile também apresentou os sotaques existentes no país e as perspectivas da modernidade com as novas mídias. Para a presidente da comissão do Desfile Cívico e secretária adjunta da Educação, professora Maria Antônia de Arimateia, o evento foi um sucesso.

“Começamos e terminamos pontualmente, tivemos escolas bonitas e organizadas. Mesmo com as escolas da rede municipal de ensino em férias, tivemos a demonstração da união e compromisso deles, que se somaram à dedicação de professores e diretores, e fizeram um belíssimo espetáculo”, enalteceu Antônia.

Garantindo a limpeza pública do local, cerca de 30 trabalhadores da Empresa Municipal de Serviços Urbanos (Emsurb), entre agentes de limpeza  e coordenadores de equipes, atuaram antes e depois do evento. Além disso, 20 fiscais atuaram durante todo o desfile na organização do comércio ambulante. “A Emsurb atuou para deixar a rua Bahia pronta para o evento, realizando pintura de guias, limpeza das ruas e capinagem. Logo após o evento, as equipes já estavam todas a postos para fazer toda a limpeza da rua novamente e poder liberá-la limpa para o fluxo normal de trânsito”, explicou o presidente da Emsurb, Luiz Roberto Dantas.

Fonte: PMA

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui