Manchas de óleo: Justiça Federal em Sergipe suspende ação e órgãos ambientais terão que comprovar eficácia de barreiras

0
217 views

Por Daniel Villas-Bôas, da Redação D3 Notícias

Em audiência de conciliação realizada nesta quarta-feira, 16 de outubro, na Justiça Federal em Sergipe, a juíza Telma Maria Santos Machado decidiu suspender até as 18h desta quinta-feira (17), a ação do juiz Fabio Cordeiro de Lima que havia determinado o prazo de 48 horas – finalizado na manhã desta quarta – para que a União implantasse barreiras de proteção em rios do estado, com o objetivo de impedir a entrada das manchas de óleo que afetam praias do Nordeste.

A peça de ingresso se baseia em pedido do Ministério Público Federal em Sergipe (MPF-SE), tendo em vista que todas as 17 praias que compõem o litoral sergipano,além de oito rios foram atingidos.

Em sua decisão, a magistrada pontua  que os órgãos ambientais devem comprovar a eficácia das barreiras contra o óleo. Além disso, é determinado ao Ibama, o aumento do  efetivo de agentes de limpeza, passando o número de 60 para 120.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui