Padre Inaldo assina termo de cooperação na área da Saúde Municipal

0
225 views

O prefeito de Nossa Senhora do Socorro, Padre Inaldo, assinou na manhã desta quarta-feira (16) um termo de cooperação com a Câmara de Resolução de Litígios na área da Saúde, da Defensoria Pública do Estado de Sergipe. Uma iniciativa inovadora que diminui a quantidade de processos judiciais na busca por benefícios por parte da população. A articulação entre as instituições promove o princípio da economicidade, agiliza a resolução de casos e torna a gestão municipal mais eficiente. Mais um compromisso assumido pelo prefeito Padre Inaldo, que avança também na área da Saúde Pública.

Para o Defensor Público Geral de Sergipe, José Leó de Carvalho Neto, poder reunir as instituições oficialmente em uma frente de trabalho ao redor da missão de diminuir o número de processos judiciais na área da Saúde é um avanço para todos os envolvidos. “Ganha a gestão municipal de Socorro, ganha a Defensoria Pública, ganha o judiciário como um todo, mas ganha principalmente a população socorrense”, afirmou.

Já o secretário estadual de Saúde, Valberto de Oliveira, destacou que, diante da situação orçamentária difícil que os município vêm enfrentando, a frente de trabalho representa uma economia de recursos. “Diminuir os processos judiciais também tem a ver com o princípio da economicidade, uma vez que conseguimos agilizar a resolução dos casos sem precisar mover toda “a máquina” pública. Esses recursos economizados podem e devem ser revertidos para a ampliação do atendimento e a melhoria das infraestruturas de saúde”, apontou.

Segundo o Prefeito de Socorro, Padre Inaldo, desde a sua chegada à frente da gestão municipal o número de processos judiciais na área da Saúde vem diminuindo drasticamente. “A judicialização era algo que nos impedia, inclusive, de avançar mais rápido na melhoria do serviço e das infraestruturas. Hoje as demandas que eram diárias se transformaram em demandas mensais, isso porque as nossas equipes entenderam a importância de não deixar com que os casos se transformassem em processos. Com isso, pudemos focar na criação de programas como o Saúde em Casa (que atende a população necessitada no conforto do lar), nas reformas dos postos de saúde, na construção e reforma da UPA e da UBS, etc.”, explicou.

Para o secretário municipal de Saúde, Enok Ribeiro, a presença da equipe técnica na reunião de hoje simboliza a importância que os servidores têm no andamento do trabalho de articulação entre a Câmara de Resolução de Litígios e a gestão municipal. “São eles que vão dar andamento ao trabalho, e são eles que até aqui têm contribuído para a diminuição drástica do número de processos”, enfatizou.

Fonte: Assessoria

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui