“Quem não teria o orgulho de ser prefeito de Nossa Senhora da Glória?”, pontua Dr. Manuel Marcos

0
257 views

Por Daniel Villas-Bôas, da Redação D3 Notícias

Vereador por Aracaju deixa possibilidade em aberto.

De origem humilde e tendo vencido na vida através da educação, tendo em vista, que formou-se em medicina, o obstetra e vereador por Aracaju (SE),  Manuel  Marcos acredita que o atual  momento político requer  um pensar mais amplo daqueles que vierem a colocar seus nomes à avaliação pública.

Atualmente no PSDB, o parlamentar que já foi filiado ao Democratas, vem sendo cortejado por outras siglas e embora, adote um discurso moderado, deixa na entrelinhas que pode estar de malas prontas para a antiga casa.”Tenho conversado muito com José Carlos Machado e inclusive, tenho uma reunião agendada com Rodrigo Maia, mas ainda não me deliberei quanto a situação”, afirmou.

Distante de polêmicas ou falas acaloradas, Dr. Manuel tem trânsito livre entre situação e oposição, sobretudo, por fazer análises coerentes e ao ser entrevistado pelos radialistas Mary Rodrigues e Eduardo Carvalho, âncoras do Jornal da Xodó em Rede, destacou que após vivenciar dias conturbados, a Casa Legislativa vem passando por momentos mais tranquilos.  “A Câmara tem um papel muito importante para a e as divergências de ideias são de suma importância para a democracia. Sei que não vou morrer vereador, mas morrerei médico, Deus me escolheu para ser generoso e trabalhar pelo povo”, observou.

Questionado quanto a gestão do prefeito Edvaldo Nogueira (PC do B), o edil lembrou que não integra a base aliada, mas ainda assim, mostrou-se satisfeito com a administração.”Vejo Edvaldo  como um gestor trabalhador e esforçado apesar de toda a dificuldade. Ele desceu do palanque e foi em busca de recursos”, descreveu.

Por fim, embora venha projetando uma disputa pela reeleição em 2020, foi indagado sobre uma possível candidatura de prefeito da cidade de Nossa Senhora da Glória, tendo em vista, que recentes pesquisas o colocam como segundo colocado nas intenções de votos, Dr. Manuel disse que teria que conciliar suas atribuições profissionais com as políticas, mas não descartou a possibilidade. “Quem não teria o orgulho de ser prefeito de Nossa Senhora da Glória? Se aquela cidade tiver um gestor que pense de forma macro, certamente irá se igualar a Itabaiana. É verdade que venho sendo cortejado e esta possibilidade é real”, pontuou.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui