Socorro pode ser inserida em programa enfrentamento à criminalidade

0
224 views

O Atlas da Violência 2017, desenvolvido pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) e Fórum Brasileiro de Segurança Pública (FBSP), aponta que o município de Nossa Senhora do Socorro, em Sergipe, está entre os 20 municípios mais violentos do Brasil. Isso fez com que o deputado federal Fábio Henrique (PDT/SE) apresentasse um requerimento para que o município de Socorro seja inserido na próxima etapa do Programa Nacional de Enfrentamento à Criminalidade Violenta.

O requerimento de Fábio Henrique foi aprovado pelos deputados da Comissão de Segurança Pública para implantação desse programa, que foi recentemente lançado pelo ministro Sérgio Moro e que tem como objetivo o combate a criminalidade.  “O Programa Nacional de Enfrentamento à Criminalidade Violenta estabelece a presença da Força Nacional, e a liberação de recursos para implantação de ações ao combate à criminalidade”, informou no deputado.

No primeiro momento, o Programa irá atender a cinco municípios, são eles: Ananindeua (PA), cujo índice de criminalidade é 69,6 por 100 mil/habitantes; Paulista (PE), tendo o índice de criminalidade 62,3; Cariacica (ES), está com 59,8; Goiânia (GO), tem 40,7; e São José dos Pinhais,  com 41.8. “Solicito a inclusão de Nossa Senhora do Socorro, que é o segundo maior município do estado de Sergipe e que possui um índice maior do que desses municípios da primeira etapa. De acordo com o Ata da Violência, Socorro possui um índice de 89,7 homicídios para 100 mil habitantes”, declarou o deputado Fábio Henrique.

“Nossa Senhora do Socorro é o município que eu tive o prazer de ser prefeito por oito anos, e quando eu fui o gestor era uma cidade premiada pela geração de emprego. Infelizmente, a realidade hoje é outra e a cidade aparece entre as 20 mais violentas do Brasil no ultimo anuário da segurança publica. Nós estamos pedindo ao Ministério que, na próxima etapa, implante o programa em nosso município para devolver a tranquilidade à população da nossa cidade, que é uma cidade ordeira, de um povo trabalhador, e um polo industrial no estado de Sergipe. Precisamos devolver ao nosso povo a paz e a tranquilidade que o povo sempre teve”, finalizou o deputado.

Fonte: Assessoria

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui